LAVAGEM DO BECO DO FUXICO CONTA COM AS BÊNÇÃOS DO PAI GILDO, DESFILE DAS BAIANAS E MUITO BANHO DE CHEIRO

Quem gosta de Carnaval, principalmente o da Bahia, não tem dúvida de que alguns dos seus elementos são essenciais, sem os quais a festa estaria demasiadamente descaracterizada em sua essência.

Desfile de Carnaval se iniciou em frente à sede da fundação - Foto Eric Souza
Desfile de Carnaval se iniciou em frente à sede da fundação - Foto Eric Souza

O Carnaval baiano tem que ter música, trio elétrico, gente sorrindo, muita diversão, sucessos novos e antigos sendo executados, além de alguns valores tradicionais, que, não importando a época ou a idade dos foliões, sempre estão lá. É o caso das charangas, das marchinhas, das canções que embalaram antigos carnavais, que o vovô e a vovó conhecem muito bem, mas que, nem por isso, perdem o seu valor.

Também tem algo que vai para além da diversão propriamente dita: paramentadas, ornadas, vestidas de branco e carregando flores e água de cheiro, o bloco de Carnaval "Ilê Axé Odara", comandado pelo líder religioso "Pai Gildo", do Terreiro de Candomblé "Ilê Axé Odara", no bairro de Fátima, assumiu para si a importante missão de, mais uma vez, abrir a festa mais esperada do ano em Itabuna.

Ao centro o líder religioso Pai Gildo e o presidente da FICC Roberto José da Silva marcando o início oficial do Carnaval de Itabuna - Foto Eric Souza
Ao centro o líder religioso Pai Gildo e o presidente da FICC Roberto José da Silva marcando o início oficial do Carnaval de Itabuna - Foto Eric Souza

A tradicional Lavagem do Beco do Fuxico foi realizada pela Prefeitura de Itabuna, no sábado (7), através da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) e Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, com o patrocínio do Governo da Bahia e da Bahiagás. A festa contou ainda com o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SETTRAN), Guarda Civil Municipal e Vigilância Sanitária.

Baianas de todas as idades levaram mensagem de paz e bênão aos foliões de Itabuna - Foto Eric Souza
Baianas de todas as idades levaram mensagem de paz e bênão aos foliões de Itabuna - Foto Eric Souza

O bloco "Ilê Axé Odara", com as baianas do Pai Gildo, foi o primeiro a desfilar pelo circuito carnavalesco, com o apoio da FICC. Já é tradição em Itabuna que o período carnavalesco se inicie com o "banho de cheiro" que as baianas dão no circuito e nos foliões. O ritmo afro, os paramentos, a batucada e os instrumentos de percussão deram o primeiro tom de negritude, de afirmação da cultura africana e, principalmente, de religiosidade, à festa. O desfile, que se iniciou em frente à sede da FICC, tomou conta da Rua Duque de Caxias, do Beco do Fuxico, da Avenida do Cinquentenário e da Praça Adami. Adentrando cada espaço de alegria existente na alma do povo grapiúna que ali esteve, não faltou bênção a quem quis.

O professor Roberto José fala à equipe de imprensa da FICC sobre o apoio da fundação à Lavagem do Beco do Fuxico - Foto Eric Souza
O professor Roberto José fala à equipe de imprensa da FICC sobre o apoio da fundação à Lavagem do Beco do Fuxico - Foto Eric Souza

Para o Pai Gildo, "as manifestações carnavalescas que têm essa profundidade cultural, que têm uma relação direta com o Candomblé, nunca tiveram tanto apoio do poder público como esse que estamos tendo agora". E acrescentou: "Estou feliz com o resultado. Este é o segundo ano que as baianas do Pai Gildo desfilam com o apoio da FICC e o que se vê é uma apresentação muito bonita, cheia de muito encanto", disse.

Para o professor Roberto José da Silva, "o Carnaval é o espaço cultural mais democrático que existe entre as festas populares da Bahia e do Brasil, e, em sendo democrático, obviamente, que não poderia faltar aquele que é o símbolo de Cultura mais elementar de nosso estado, que são as baianas. As de Pai Gildo chegam sempre com muita graça, muitos sorrisos, com uma sonoridade que eleva a alma, com as crianças sempre muito bem cuidadas também; então, a FICC cumpre mais uma vez a sua função social que é a de ratificar todos os elementos que contribuem para a formação de uma identidade cultural genuinamente grapiúna, como já o é, pela própria força da tradição, a Lavagem do Beco do Fuxico".

Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).
Assessoria de Comunicação (ASCOM).
Texto e Fotos: Eric Thadeu Nascimento Souza.

.
  • Criado em .
© Copyright 2012/2017 FICC
Todos os direitos reservados.

Praça Laura Conceição, 339
Centro - Itabuna/BA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(73) 3613-4915

Receba todas as informações da FICC em seu emails.
Cadastre seu email no formulário ao lado.

Newsletter

© Copyright 2012/2017 FICC
Todos os direitos reservados.
Praça Laura Conceição, 339, Centro
Itabuna/BA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(73) 3613-4915
X

Right Click

No right click