LETRAS QUE VOAM POUSAM NA PRAÇA OLINTO LEONI

No mundo do encantamento o abraço é mais que verdadeiro - Foto Eric Souza
No mundo do encantamento o abraço é mais que verdadeiro

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) levou, nesta terça (21) e quarta-feira (22) para a Praça Olinto Leoni, Centro de Itabuna, toda a estrutura do projeto "Letras que Voam – Espaço Cultural Itinerante", que tem como público alvo crianças e jovens. A proposta do projeto é o de incentivar a prática da leitura através de abordagens como contação de histórias, declamações poéticas, leituras compartilhadas, interação entre as pessoas, uso de jogos educativos e encenações teatrais. O projeto conta com um acervo de mais de 400 títulos de títulos voltadas para o público infanto-juvenil, jogos didáticos, duas grandes tendas, além de mesas e cadeiras confortáveis. Além das abordagens propostas pelo projeto, o público que o prestigiou nos dois dias em que esteve naquela praça, contou ainda com degustação de pipoca.

A Emília estava lá dando as boas-vindas para a criançada - Foto Eric Souza
A Emília estava lá dando as boas-vindas para a criançada

Para a professora Genny Xavier, uma das coordenadoras do projeto, "esse projeto tem a proposta de trabalhar de forma itinerante o estímulo da criança em torno da leitura, sempre de forma lúdica, a partir de brincadeiras, jogos educativos, desenhos, áudio-leituras, varal de poesias, com contação de histórias, com animadores, com atores caracterizados com personagens que permeiam o imaginário infantil, como a 'Emília', do 'Sítio do Picapau Amarelo'. A partir dessa interação, a gente forma um novo público leitor", disse ela.

A professora Genny Xavier diz que um dos diferenciais do projeto é o seu caráter de ir aonde está o público - Foto Eric Souza
A professora Genny Xavier diz que um dos diferenciais do projeto é o seu caráter de ir aonde está o público

A coordenação do projeto aponta ainda que a receptividade foi muito positiva nos dois dias de sua realização no Centro da cidade. Para a professora Elba Soares Martins, moradora do Pontalzinho, "esse projeto é muito bom, porque é necessário que se incentive toda e qualquer prática de leitura entre as crianças que, hoje e mais do que nunca, estão mais vulneráveis às situações de violência (violência doméstica, violência social...), e aí o povo de Itabuna só que tem que aprovar essa iniciativa da FICC que privilegia a formação do público leitor justamente na melhor fase de estímulo, que é o da infância e adolescência", explicou a professora.

A professora Elba Martins disse que o projeto Letras que Voam ajuda as crianças a se afastarem da violência - Foto Eric Souza
A professora Elba Martins disse que o projeto Letras que Voam ajuda as crianças a se afastarem da violência

A mesma satisfação observou-se na opinião da aposentada Gildete Alves (65 anos), moradora do bairro São Roque, que estava a passear com o neto Gabriel Alves de Jesus (10 anos). Ela fez o seguinte relato: "por acaso, precisei comprar um remédio e passei pela praça e vi esse projeto tão lindo acontecendo aqui. Um negócio desses é importante demais para as nossas crianças, a leitura é tudo. Abaixo de Deus, a leitura é tudo! Eu estou com 64 anos, estudei até a 8ª série, e nunca vi aqui em Itabuna um negócio tão lindo desses, cheio de livros, de jogos e com as crianças se divertindo".

A aposentada Gildete Alves também ficou encantada - Foto Eric Souza
A aposentada Gildete Alves também ficou encantada

A realização do projeto "Letras que Voam" durante dois dias na Praça Olinto Leoni integraram a programação cultural da FICC em torno da comemoração dos 105 anos de Itabuna. O projeto, contudo, é de caráter permanente. Há a indicação para que ele seja realizado, nos próximos dias, em uma das praças do Jequitibá Plaza Shopping e também para que ele seja levado para o Colégio Estadual de Itabuna, onde deverá ficar por uma semana.

O presidente Roberto José da Silva disse que "não se pode pensar em políticas de valorização da Cidadania e na proteção dos jovens sem se pensar nas questões mais sublimes da formação de um ser humano. A leitura é uma dessas questões e investimos bastante na aquisição dos toldos, de livros bons, títulos novos, uma literatura agradável aos olhos, justamente para que as crianças, os jovens sejam encantadas por esse mundo maravilhoso, que é o da literatura". E ratifica: "Conseguimos! O projeto está aí, é uma realidade e veio para ficar", disse Roberto.

Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).
Assessoria de Comunicação (ASCOM).

 

.
  • Criado em .
© Copyright 2012/2017 FICC
Todos os direitos reservados.

Praça Laura Conceição, 339
Centro - Itabuna/BA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(73) 3613-4915

Receba todas as informações da FICC em seu emails.
Cadastre seu email no formulário ao lado.

Newsletter

© Copyright 2012/2017 FICC
Todos os direitos reservados.
Praça Laura Conceição, 339, Centro
Itabuna/BA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(73) 3613-4915