VIV-À-RTE REALIZA OFICINAS DE DANÇAS CIRCULARES E MASSOTERAPIA

Em comemoração ao mês da dança (abril), os educadores sociais do programa Viv-à-rte, mantido pela Prefeitura de Itabuna através da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) participaram, na última sexta-feira (15) de uma oficina de Dança Circulares e Massoterapia. Os trabalhos de orientação aconteceram no Centro de Cultura Adonias Filho (CCAF) e foram conduzidos pela professora Heloisa Aradna, formada em Terapia Holística. A oficina de Massoterapia foi orientada pelo professor de Enfermagem João Almeida, mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Cantigas de roda um aliado na formação dos educadores sociais
Cantigas de roda um aliado na formação dos educadores sociais

João Almeida explicou que “os educadores sociais são multiplicadores, e a ideia é que eles possam aprender essas técnicas e reaplicar com as crianças e jovens do programa, mesmo sem eles terem uma formação. Essas técnicas de respiração ajudam a pessoa a diminuir a ansiedade e auxiliam na redução do stress”, acrescentou.

De acordo com Dayse Santos, coordenadora do Viv-à-rte, as oficinas perfazem uma continuação da formação de educação permanente e são elaboradas em parceria com o Projeto Jovem Bom de Vida da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). “O educador social tem um papel importante na vida das crianças e adolescentes assistidas pelo programa, esse encontro busca o resgate da infância, dedicada ao educador social para que ele se reconheça no papel do adolescente compreendendo a importância do toque e do estar próximo e não distante do outro,” explicou Dayse.

Heloisa Aradna formada em Belo Horizonte em Terapia Holistica
Heloisa Aradna formada em Belo Horizonte em Terapia Holistica

Para a professora Heloisa Aradna, “a oficina de Danças Circulares trabalha a expressão do corpo, uma nova linguagem e percepção de algo fascinante que é a arte resgatando a cultura brasileira de forma que o educador leve para sua comunidade um olhar diferenciado da arte”, disse Heloisa.

Alberto Ribeiro Neves, educador social (Futebol), disse que as oficinas inspiram: “tudo o que eu aprendo aqui levo para as crianças dos bairros Nova Califórnia e Antique, onde eu atuo com as minhas aulas de Futebol”.

João Almeida disse que os educadores sociais são mutiplicadores de ideias
João Almeida disse que os educadores sociais são mutiplicadores de ideias

O programa Viv-à-rte, visa estimular o protagonismo juvenil, a partir de ações de arte, esporte e tecnologias, além de oferecer aos adolescentes uma atenção integral nos seus múltiplos aspectos bio-psico-social. O programa atende atualmente cerca de dois mil adolescentes em 40 núcleos em toda a cidade. Os cursos oferecidos pelo programa são gratuitos.

Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).
Assessoria de Comunicação (ASCOM).

  • Criado em .
© Copyright 2012/2017 FICC
Todos os direitos reservados.

Praça Laura Conceição, 339
Centro - Itabuna/BA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(73) 3613-4915

Receba todas as informações da FICC em seu emails.
Cadastre seu email no formulário ao lado.

Newsletter

© Copyright 2012/2017 FICC
Todos os direitos reservados.
Praça Laura Conceição, 339, Centro
Itabuna/BA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(73) 3613-4915